Putin tira de gabinete ministros impopulares

O presidente russo, Vladimir Putin, manteve membros da velha guarda no gabinete que anunciou ontem, mas afastou vários ministros impopulares. Dmitri Medvedev, que assumiu como premiê no dia 8, propôs a Putin mudanças revolucionárias em um Executivo que foi criticado nas manifestações em massa dos últimos meses na Rússia. "Mais de 75% do governo foi renovado", disse Medvedev. O chanceler Sergei Lavrov e os ministros de Finanças, Anton Siluanov, e da Justiça, Alexandr Kono valov, permanecem nos cargos.

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2012 | 03h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.