Putin visita Cuba e se reunirá com Fidel e Raúl Castro

Presidente russo inicia sua viagem pela América Latina e na primeira escala assinará acordos com governo cubano

O Estado de S. Paulo

11 Julho 2014 | 10h30

HAVANA - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, chegou a Havana em visita oficial, onde se reunirá com os irmãos Fidel e Raúl Castro, na primeira escala de uma viagem por vários países da América Latina.

Segundo meios de comunicação oficiais cubanos, Putin foi recebido pelo primeiro vice-presidente da ilha, Miguel Díaz-Canel, e diplomatas russos.

O líder do Kremlin, que visitou Cuba em 2000, iniciará sua agenda no país caribenho com a colocação de uma oferenda floral perante o Mausoléu ao Soldado Internacionalista Soviético e posteriormente visitará o líder da revolução cubana, Fidel Castro, de 87 anos e retirado do poder desde 2006.

Putin se reunirá também com o presidente Raúl Castro no Palácio da Revolução de Havana, onde os governos russo e cubano assinarão um pacote de dez acordos de colaboração nos âmbitos da cultura, indústria, comércio e saúde.

A viagem de Putin a Cuba ocorre uma semana depois de o Parlamento russo ratificar um acordo bilateral pelo qual Moscou perdoa 90% da dívida que a ilha caribenha tinha contraído com a extinta União Soviética.

Havana será a primeira escala de Putin em uma viagem de seis dias à América Latina, onde participará também em uma cúpula de potências emergentes (Brics) no Brasil e visitará Argentina. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.