Putin visita Israel e Irã será o foco das conversas

O programa nuclear do Irã será o principal tópico discutido na visita a Israel do presidente da Rússia Vladimir Putin, nesta segunda-feira. Os dois países possuem profundas ligações econômicas e culturais, reforçadas pelos mais de 1 milhão de imigrantes que deixaram a antiga União Soviética para viver no Estado judeu. Mas as opiniões de seus governos diferem drasticamente quanto ao programa nuclear iraniano.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2012 | 12h28

As autoridades israelenses esperam persuadir Putin de que é preciso pressionar o Irã a abandonar certas partes de seu programa nuclear. Líderes ocidentais suspeitam que o objetivo é produzir bombas atômicas, mas Teerã insiste que o programa tem fins pacíficos. Israel vê uma ameaça mortal em um Irã armado com bombas atômicas. Mas a Rússia, junto com a China, vêm frustrando tentativas de impor sanções internacionais contra Teerã.

Outros assuntos que devem ser discutidos é a venda de armas russas para a Síria, país inimigo de Israel, a eleição presidencial no Egito, que foi vencida pelo candidato da Irmandade Muçulmana, Mohammed Morsi, e questão da Palestina.

Ao chegar, Putin participou da inauguração de um monumento em homenagem ao Exército Vermelho soviético, na cidade costeira de Netanya, que lembra os soldados mortos na Segunda Guerra Mundial. A passagem no país será curta, de 24 horas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELRÚSSIADIPLOMACIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.