Pyongyang adia envio de jornalistas a campo

O governo norte-coreano adiou o envio das jornalistas americanas Laura Ling e Euna Lee a um campo de trabalhos forçados, informou uma fonte. Elas foram detidas em março e condenadas a 12 anos de trabalhos forçados por ter entrado no país sem autorização. O adiamento seria uma tentativa de buscar negociações com Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.