Pyongyang afirma que reabrirá fronteira

Apesar da tensão, a Coreia do Norte afirmou ontem que reabrirá suas fronteiras com a Coreia do Sul, país com o qual se encontra tecnicamente em guerra desde 1950. Parentes de norte-coreanos e turistas serão autorizados a entrar no país vizinho, afirmou Pyongyang em sua principal rede de TV estatal, a KCNA. Especula-se que uma reunião entre o líder norte-coreano, Kim Jong-il, e funcionários da montadora sul-coreana Hyundai, no fim de semana, tenha contribuído para a decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.