Pyongyang ameaça reposicionar soldados em Kaesong

O governo de Pyongyang ameaçou reposicionar seus soldados no complexo industrial intercoreano de Kaesong, segundo jornalistas da Coreia do Sul. Um aviso semelhante já havia sido feito anteriormente por Pyongyang e, segundo analistas, este pode ser um esforço para pressionar Seul a concordar rápido em reabrir o complexo.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 09h29

Segundo reportagens, o alerta foi emitido diretamente para repórteres sul-coreanos após as negociações, feitas a portas fechadas entre os dois governos na quinta-feira. As conversas ocorreram em meio as cerimônias norte-coreanas de comemoração do 60º aniversário do fim da Guerra da Coreia.

Seul quer garantias de que Pyongyang não vai fechar unilateralmente o complexo de Kaesong novamente.

As reportagens indicaram, sem dar mais detalhes, que ocorreram breves confrontos quando autoridades de Seul tentaram evitar que os norte-coreanos falassem com os jornalistas.

Pyongyang posicionou soldados em Kaesong antes da abertura do complexo em 2004. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
coreiasindustrialkaesong

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.