Rodong Sinmun/AFP
Rodong Sinmun/AFP

Pyongyang ameaça responder a Seul e Washington com ataques 'ultra precisos'

Coreia do Norte se diz preparada para ser 'impiedosa' com quem violar sua soberania; Coreia do Sul e Estados Unidos prosseguem com exercícios militares na região

O Estado de S.Paulo

14 de março de 2017 | 05h37

SEUL - A Coreia do Norte criticou novamente nesta terça-feira, 14, os exercícios militares que a Coreia do Sul e os Estados Unidos realizam na região. De acordo com Pyongyang, as manobras são ensaios para prejudicar o país, que revidará com "ataques ultra precisos".

"Se eles infringirem a soberania e dignidade da República Popular Democrática da Coreia (nome oficial do país) mesmo que um pouco, as Forças Armadas irão lançar ataques impiedosos ultra precisos por terra, ar, mar e submarinos", disse a agência oficial de notícias do regime de Pyongyang, a KCNA.

"Apenas em 11 de março, muitas aeronaves do porta-aviões sobrevoaram uma rota perto de águas e do espaço aéreo territoriais da RPDC para realizar exercícios de lançamento de bombas e fazendo ataques de surpresa em alvos terrestres", completou a KCNA.

O texto do regime de Pyongyang foi divulgado um dia depois de os aliados iniciarem exercícios de combate simulados. O aparato de ativos militares este ano é o maior já registrado, já que Washington decidiu incluir os caças F-35B no porta-aviões Carl Vinson, que deve chegar à península nesta quarta-feira. 

Um porta-voz da Marinha dos EUA disse que o Carl Vinson está em uma operação regular e agendada na região, durante a qual participará dos exercícios com forças aliadas da Coreia do Sul.

Na semana passada, a Coreia do Norte disparou quatro mísseis balísticos no mar na direção do Japão em resposta aos exercícios militares anuais dos EUA com a Coreia do Sul, que o Norte diz ser uma preparação para guerra. / EFE e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.