Pyongyang exige que Seul cancele exercícios militares

A Coreia do Norte exigiu nesta segunda-feira que a Coreia do Sul cancele exercícios militares anuais em conjunto com os EUA, previstos para agosto, como forma de promover uma reconciliação antes dos Jogos Asiáticos, que os sul-coreanos vão organizar e dos quais os norte-coreanos pretendem participar.

Agência Estado

30 de junho de 2014 | 14h05

A demanda, que faz parte de uma série de propostas feitas pela Comissão Nacional de Defesa da Coreia do Norte, mostra a intenção de Pyongyang de usar sua participação no evento esportivo como carta de negociação com Seul, segundo analistas. Os Jogos Asiáticos estão programados para o período entre 19 de setembro e 4 de outubro, na cidade sul-coreana de Incheon.

Para analistas, a Coreia do Norte está tentando melhorar suas relações externas para obter investimentos e reativar sua economia enfraquecida. Autoridades em Seul e Washington, porém, dizem que Pyongyang precisa primeiro tomar medidas de desarmamento nuclear antes de receber auxílio financeiro.

Os norte-coreanos boicotaram os Jogos Asiáticos de 1986 e a Olimpíada de 1988, ambos realizados em Seul, mas participaram dos Jogos Asiáticos de 2002, em Busan, e dos Jogos Universitários de 2003, em Daegu.

As tensões entre as Coreias continuam elevadas após Pyongyang ter conduzido uma série de testes com mísseis e foguetes este ano. Mais recentemente, a Coreia do Norte realizou testes com mísseis de curto alcance, na quinta-feira e ontem. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Coreia do Nortetensões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.