Pyongyang expulsará sul-coreanos de área turística

Cerca de 830 pessoas trabalham no complexo turístico do monte Kumgang, das quais 263 são sul-coreanas

EFE

03 de agosto de 2008 | 02h11

A Coréia do Norte expulsará todo o pessoal sul-coreano que considerar "desnecessário" do complexo turístico conjunto em Geumgang (Coréia do Norte), no qual um turista sul-coreano morreu baleado no mês passado. "Vamos expulsar todas as pessoas do sul que permaneçam na área turística do monte Kumgang e que consideremos desnecessárias", disse um porta-voz do Exército norte-coreano. Cerca de 830 pessoas trabalham no complexo turístico norte-coreano, das quais 263 são sul-coreanas. Pyongyang expulsou em março os funcionários sul-coreanos do complexo industrial de Kaesong, e em abril, um dos trabalhadores de uma obra na região turística de Geumgang.  O Ministério da Unificação da Coréia do Sul convocou uma reunião de emergência, e deve responder ainda neste domingo à decisão norte-coreana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.