Pyongyang gastou US$ 8,77 bi com defesa em 2009, diz Seul

Coreia do Norte conta com 1,19 milhão de soldados, frente aos 655 mil militares da Coreia do Sul

Efe,

18 de janeiro de 2011 | 05h29

SEUL - A Coreia do Norte destinou a despesas militares cerca de US$ 8,77 bilhões em 2009, 15 vezes mais do que anunciara para esse ano, informou nesta terça-feira o Instituto de Análise de Defesa Coreano (Kida).

As Forças Armadas da Coreia do Norte, as quintas maiores do mundo, contam com 1,19 milhão de soldados, frente aos 655 mil militares da Coreia do Sul e aos 28.500 dos Estados Unidos, seu aliado, na península coreana para responder à ameaça de Pyongyang.

O relatório do organismo estatal sul-coreano, citado pela agência local "Yonhap", assinalou que a Coreia do Norte aumentou sua despesa militar desde meados da década de 2000, em detrimento de sua paupérrima economia.

O regime norte-coreano, por sua vez, assegura que sua despesa militar foi de US$ 570 milhões em 2009 e de US$ 540 milhões em 2008, enquanto os investimentos em Defesa para 2007 e 2006 foram de US$ 510 milhões e US$ 470 milhões, respectivamente, segundo o Kida.

Em 2009, o Produto Nacional Bruto da Coreia do Norte foi quase 40 vezes menor que o dos vizinhos do Sul, indicou o documento.

O regime comunista da Coreia do Norte, liderado por Kim Jong-il, se dedicou a aumentar seu poderio militar com a chamada política "Songun", que procura maior poder dissuasório através do desenvolvimento de sua tecnologia de mísseis e armas nucleares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.