Pyongyang indiciará jornalistas americanas

A Coreia do Norte anunciou ontem que decidiu indiciar formalmente duas jornalistas americanas presas há um mês na fronteira com a China, quando faziam uma reportagem sobre refugiados norte-coreanos. Pyongyang não informou qual será o indiciamento contra Laura Ling e Euna Lee, que trabalham para o ex-vice presidente Al-Gore. Mas no mês passado o governo havia acusado as duas de espionagem, crime cuja pena pode chegar a 5 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.