Pyongyang quer retomar negociações

QUESTÃO NUCLEAR

, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2010 | 00h00

O ditador norte-coreano, Kim Jong-il (foto), afirmou que deseja retomar "o mais rápido possível" as negociações entre as seis partes (as duas Coreias, China, Japão, Rússia e EUA) sobre o fim do programa nuclear do país. As declarações - divulgadas pela imprensa estatal chinesa após a visita de Kim - vieram à tona no mesmo dia em que os EUA ampliaram as sanções econômicas unilaterais contra a Coreia do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.