Pyongyang vai expulsar sul-coreanos de enclave turístico

A Coréia do Norte anunciou que expulsaria todos os sul-coreanos 'desnecessários' do monte Geumgang

EFE

09 de agosto de 2008 | 01h21

A Coréia do Norte expulsará a partir deste sábado os funcionários sul-coreanos "desnecessários" de seu complexo turístico do monte Geumgang, onde, em julho, morreu um turista sul-coreano por disparos de um soldado norte-coreano, informou a agência "Yonhap". Há uma semana, o regime comunista de Pyongyang já tinha anunciado que expulsaria todos os trabalhadores sul-coreanos "desnecessários" desse complexo turístico conjunto. Nesta sexta-feira, a cadeia norte-coreana "Korean Central", citada pela "Yonhap", anunciou que a medida começará a ser aplicada a partir deste domingo, segundo um porta-voz militar norte-coreano. Todos os funcionários sul-coreanos "desnecessários" que estão ali serão expulsos. Os primeiros serão os que trabalham em uma agência turística estatal e em um lugar de encontro para as famílias de ambos o países.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.