Qatar afirma que Taleban e Afeganistão participam de reuniões de reconciliação

Líderes do Afeganistão e do Taleban irão participar de dois dias de reuniões de "reconciliação" no Qatar, informou neste sábado a agência de notícias estatal do Qatar. Entretanto, ambos os lados procuraram minimizar as expectativas com a reunião.

Estadão Conteúdo

02 de maio de 2015 | 11h45

"O diálogo será feito por meio de discussões abertas sobre a reconciliação entre ambas as partes no Afeganistão", informou a agência de notícias. Em comunicado, o Taleban identificou as oito pessoas que iriam participar do encontro, mas afirmou que as discussões "não devem ser interpretadas como negociações de paz". "Vale mencionar que nenhum dos participantes da conferência representa nenhum governo ou grupo," pondera o comunicado.

O porta-voz da presidência do Afeganistão, Ajmal Abidy, disse que membros do Conselho de Paz do país estarão presentes nas reuniões de Doha, mas que não têm poder de decisão sobre os assuntos que serão discutidos.

Esforços anteriores de fechar acordos de paz falharam. Em 2013, o Taleban abriu um escritório no Qatar para o "Emirado Islâmico do Afeganistão." O grupo também hasteou a mesma bandeira branca usada durante o governo de cinco anos do Taleban no Afeganistão, encerrado em 2001, com a invasão liderada pelos Estados Unidos. O atual presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, eleito no ano passado, vem tentando realizar negociações de paz com o Taleban. Fonte: Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanQatar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.