Qatar investiga trágico incêndio em shopping de Doha

O governo do Qatar deu início hoje a uma ampla investigação de um incêndio ocorrido ontem no maior shopping center do país. Dezenove pessoas morreram, entre elas 13 crianças. Um relatório preliminar da investigação é esperado para daqui a uma semana, informa a estatal Qatar News Agency.

AE, Agência Estado

29 Maio 2012 | 17h01

O incêndio devastou um berçário e outros setores do shopping de alto padrão situado em Doha. Relatos referentes a uma falha ocorrida no sistema interno de prevenção a incêndios durante a tragédia já suscitam pedidos de uma revisão mais rigorosa desses mecanismos no shopping center e em outras estruturas da região.

Entre as crianças mortas na tragédia estavam trigêmeos neozelandeses, três irmãos espanhóis com idade de dois a sete anos, uma quarta criança espanhola de sete anos de idade, um bebê sul-africano de um ano e meio, uma criança francesa e dois bombeiros que se empenharam no combate às chamas. A nacionalidade das outras quatro crianças mortas não foi informada pelas autoridades locais. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Qatar incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.