Quadro de saúde de Chávez é estável, diz ministro

O quadro de saúde do presidente de Venezuela, Hugo Chávez, é estável, depois de o líder enfrentar uma infecção respiratória, uma vez que ele se recupera de uma cirurgia para a retirada de um câncer em Cuba, como informou na noite desta terça-feira o ministro das Comunicações da Venezuela, Ernesto Villegas.

EQUIPE AE, Agência Estado

19 de dezembro de 2012 | 00h06

Os médicos em Havana detectaram a infecção na segunda-feira e "submeteram imediatamente Chávez aos tratamentos. Segundo os médicos, a infecção tem se mantido sob controle", afirmou Villegas.

"A equipe médica informou que o presidente Chávez deve fazer repouso absoluto nos próximos dias, e deve receber rigorosamente o tratamento prescrito", acrescentou.

Chávez não foi visto publicamente desde que se submeteu à cirurgia, uma semana atrás, para tratar de um câncer. Esse foi seu quarto procedimento desde que ele anunciou ter a doença, em junho de 2011.

A volta do câncer levantou especulações de que Chávez, que governa a Venezuela há 14 anos, poderia ter de renunciar ao cargo.

Villegas explicou que essas infecções são comuns em pacientes que se submetem a operações complexas, como a de Chávez. Autoridades do governo já advertiram que o processo de recuperação do líder pode ser longo e delicado.

O presidente também enfrenta complicações decorrentes de um sangramento durante a cirurgia, como informaram fontes do governo na semana passada. Villegas também disse que os venezuelanos "devem estar prontos para entender" se o líder não retornar em 10 de janeiro do próximo ano, quando ele deve assumir um novo mandato. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Chávezquadroestável

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.