Quase 75 mil indianos cometem suicídio a cada ano

Quase 75 mil indianos cometem suicídio a cada ano, devido a causas como a pobreza, as dívidas, o analfabetismo e, sobretudo, problemas de saúde mental, declarou nesta sexta-feira, 16, o ministro da Saúde da Índia, Anbumani Ramadoss."Confesso que o programa nacional de saúde mental não estáfuncionando bem. Estou preocupado e estamos em processo derenovação", disse o ministro à agência indiana Ians.Segundo as estatísticas do Ministério da Justiça Social eDesenvolvimento, há no país 900 mil mulheres que precisam detratamento por causa de doenças mentais. O problema, segundo osespecialistas, não está sob controle."O tratamento da saúde mental é ainda um tabu. Há dez vezes menos psiquiatras do que seria necessário. São cerca de 3 mil, quando precisaríamos de 32 mil", disse R.C. Jiloha, do departamento de psiquiatria do Colégio Médico Maulana Azad."Enquanto isso, trabalham nos Estados Unidos 6 mil psiquiatrasindianos. O quadro descreve bem nossa falta de atenção ao problema", declarou o superintendente do único hospital mental de Nova Délhi, Nimesh Desai.Segundo o ministro da Saúde, 7 a 8% da população indiana sofremde algum tipo de problema psicológico, e 1,5% precisa de tratamento, informou a Ians.Em Tamil Nadu a taxa de suicídios entre os jovens é de 103 porcada 100 mil habitantes, nove vezes mais que a média mundial.Problemas psicológicos são responsáveis por mais de 50% das mortes de mulheres jovens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.