Quase a metade dos americanos apoiaria ataque contra o Irã

Um total de 48% dos americanos apoiaria uma "ação militar" contra o Irã se este país continuar "produzindo material apto para desenvolver armas nucleares", segundo pesquisa publicada hoje pelo jornal Los Angeles Times. Por outra parte, 40% dos 1.357 entrevistados se oporiam a um ataque contra o Irã, apenas 42% acreditam que o presidente George W. Bush tome a decisão adequada e 54% desconfiam do líder americano, segundo a pesquisa. No caso de que Bush ataque o Irã, 44% dos entrevistados acreditam que este deveria se limitar a bombardeios com aviões ou mísseis, sem tropas terrestres. Ao todo, 19% apoiariam o uso de forças terrestres e aéreas, 6% optariam apenas por tropas terrestres e 20% se oporiam a qualquer ação militar ordenada por Bush. O Irã obterá armas nucleares de qualquer forma, de acordo com 61% dos americanos entrevistados. Por outra parte, 27% acreditam que esse desenlace pode ser evitado pela via diplomática (15%) ou mediante uma "ação militar" (12%). A pesquisa do Los Angeles Times e da agência de notícias Bloomberg foi realizada por telefone entre os dias 8 e 11 deste mês.

Agencia Estado,

13 Abril 2006 | 09h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.