Quatorze pessoas morrem em várias ações no Iraque

Entre os feridos se encontram quatro policiais

EFE

07 de setembro de 2008 | 06h30

Pelo menos 14 pessoas, entre elas três insurgentes, morreram em várias ações violentas em diferentes pontos do Iraque, informaram fontes iraquianas e americanas, acrescentando que 37 rebeldes foram detidos nas últimas 24 horas. O Exército dos EUA explicou neste domingo em comunicado que três insurgentes morreram ontem na explosão de um carro-bomba na cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá. A explosão, que também causou danos em quatro casas, aconteceu enquanto os rebeldes carregavam o veículo com uma bomba. Em Tal Afar, 70 quilômetros ao oeste de Mossul, um carro-bombaexplodiu ontem à noite em um mercado no centro da cidade e causou a morte de seis pessoas, entre elas um policial, e ferimentos em outras 57, segundo outro comunicado do comando militar americano. Entre as pessoas feridas se encontram quatro policiais, acrescentou o texto. Em outros quatro incidentes, quatro pessoas perderam a vida sábado por disparos de insurgentes em Bagdá, Faluja (50 quilômetros ao oeste da capital) e Mossul, segundo fontes do Ministério do Interior iraquiano. Por outro lado, um policial morreu ontem pela explosão de uma bomba durante a passagem do carro no qual viajava perto de sua casa, no bairro de Al Jadra, em Mossul. Em Bagdá, 24 rebeldes foram detidos nas últimas 24 horas em várias operações realizadas no marco do plano de segurança "Aplicamos a Lei", segundo um comunicado da administração deste Plano. Enquanto isso, na província de Basra, a sul de Bagdá, outros 13 insurgentes foram detidos durante o mesmo período em diferentes batidas.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.