Quatro afegãos morrem ao tentar entrar em campo de refugiados

Afegãos desesperados que fugiram da seca e do inverno rigoroso nas montanhas, tentaram entrar à força em um campo de desabrigados, o que resultou na morte de quatro pessoas.Entre os mortos estava uma garotinha de quatro anos, que foi sepultada com os outros em um cemitério que serve ao campo, onde já existem 200 covas."Estou feliz porque ela morreu rapidamente. Qual a razão de viver deste jeito?", diz a mãe da menina. O campo de Maslakh, a nordeste da cidade de Herat, já abriga cerca de 100.000 pessoas.No entanto, diariamente, centenas de pessoas continuam chegando, a maioria fugindo da miséria nas províncias de Badghis e Ghor. Muitas ficam em áreas próximas ao campo, e, às vezes, tentam entrar para conseguir comida.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.