Quatro atiradores estão dentro do consulado dos EUA

Quatro atiradores encontram-se dentro do consulado dos EUA na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita, onde tiros são trocados com as forças de segurança nesta manhã. Segundo fontes das forças de segurança, é possível que haja reféns. Não há confirmação da Embaixada dos EUA sobre tais informações. As notícias sobre a presença de atiradores dentro do prédio e a existência de feridos no ataque tiraram o fôlego tímido de recuperação do dólar nessa manhã. O euro zerou as perdas e sobe para US$ 1,3450, de US$ 1,3448 na sexta-feira. PetróleoJá os contratos do petróleo negociados em Londres subiram. O contrato de janeiro do brent, negociado no pregão eletrônico da London Petroleum Exchange, subia US$ 0,74, para US$ 40,05 o barril. Os contratos já abriram sustentados por preocupações com problemas de produção no campo Snorre da Statoil, no Mar do Norte; pela interrupção da produção de 70 mil barris ao dia da Shell na Nigéria, em conseqüência de protestos no Delta do Níger; e possível redução de 500 mil barris na cota de produção da Opep.Os contratos do petróleo cru, negociados no pregão eletrônico da Nymex, também já vinham operando em alta e, praticamente, não apresentaram alteração com a notícia de atentado na Arábia Saudita. Às 7h43 (de Brasília), o contrato de janeiro do cru subia US$ 0,44 (1,03%), para US$ 42,96 o barril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.