Quatro detentos são degolados em prisão mexicana

Os cadáveres de quatro presos foram encontrados ontem degolados no depósito de lixo da penitenciária de Culiacán, capital de Sinaloa, no norte do México, informou hoje o porta-voz da procuradoria do Estado, Martín Gastélum.

AE-AP, Agência Estado

17 de agosto de 2010 | 17h42

Ele disse que os detentos foram degolados e aparentemente morreram pela perda de sangue. Três dos presos mortos haviam sido detidos na semana passada após um tiroteio com a polícia. O quarto preso foi detido em dezembro de 2009, acusado de estupro. Até agora, as autoridades não conseguiram encontrar conexão entre esse preso e os outros três degolados.

Nos últimos meses, ocorreram confrontos entre detentos nas penitenciárias mexicanas que deixaram muitos mortos. Vários grupos de detentos são ligados aos cartéis do narcotráfico.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaMéxicomortedetentosprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.