Quatro homens vão a tribunal britânico por crimes de terrorismo

Quatro homens detidos em 1 de setembro emvárias operações feitas em Londres foram nesta terça-feira a tribunal, acusados de crimes de terrorismo, informaram fontesJudiciais. Os quatro foram detidos em diferentes operações contra umasuposta rede de recrutamento de terroristas, segundo a ScotlandYard. O acusados são Mustafa Abdullah, de 24 anos; Moussa Akmet, de 47anos, e os irmãos Hassan Mutegombwa, de 20 anos, e YassinMutegombwa, de 22 anos, que compareceram ao tribunal da City deWestminster. Segundo os magistrados, todos deverão permanecer em prisãopreventiva até 10 de outubro, quando terão que comparecer outra vezao mesmo tribunal. Abdullah é acusado de ter informações que poderiam ser usadaspara objetivos terroristas, e Akmet tem duas acusações: posse deinformação que pode ser utilizada com fins terroristas e posse dearma de fogo sem permissão. Hassan Mutegombwa é acusado de tentar arrecadar fundos que seriamdestinados ao terrorismo, em aplicação da lei antiterrorista de2000. Seu irmão Yassin é acusado de receber este ano, em uma zona defloresta de Hampshire (sul da Inglaterra), treinamento para uso dearmas com "propósitos relacionados à execução ou preparação de atosde terrorismo". Os quatro foram detido após vários meses de vigilância dabrigada antiterrorista da Scotland Yard e do serviço decontra-espionagem britânico MI5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.