Quatro insurgentes morrem em combates no Afeganistão

Mais de 4.500 pessoas morreram vítimas da violência no país apenas em 2008

EFE

21 de dezembro de 2008 | 06h23

Ao menos quatro supostos insurgentes foram mortos e outros cinco presos em uma operação das tropas de coalizão liderada pelos Estados Unidos na província meridional de Zabul, informou neste domingo o comando norte-americano. Segundo um comunicado, a ofensiva, que aconteceu no sábado no distrito de Qalat, tinha como objetivo um membro da insurgência relacionado com o tráfico de armas e à coordenação de ataques com artefatos explosivos. Durante a operação, os militares foram atacados por um grupo de homens armados com rifles de assalto e as tropas responderam ao ataque, matando quatro rebeldes. O chefe do Estado-Maior norte-americano, almirante Mike Mullen, disse no sábado em Cabul que os Estados Unidos poderiam enviar um contingente adicional de entre 20 e 30 mil soldadods ao Afeganistão no próximo ano. Na atualidade, o país tem destacados no Afeganistão cerca de 18 mil soldados dentro da Força Internacional de Assistência à Segurança (ISAF), afirmou o comando da OTAN. Independentemente da ISAF, Washington comanda cerca de 15 mil militares que atuam na missão antiterrorista "Liberdade Duradoura".  Os combates entre tropas afegãs e internacionais e a insurgência taleban são freqüentes no Afeganistão, especialmente na porção meridional do país. Durante este ano, mais de 4.500 pessoas morreram no país vítimas da violência.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTÃOESTADOS UNIDOSTALEBAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.