Quatro japoneses são detidos na China, diz porta-voz

Um porta-voz do Ministério do Exterior do Japão confirmou na sexta-feira (horário local) que quatro japoneses foram detidos na China sob suspeita de violar a lei chinesa relacionada à proteção de instalações militares.

REUTERS

23 de setembro de 2010 | 22h42

É o mais recente capítulo da crise diplomática entre essas nações. Os dois lados já estão envolvidos em uma acalorada disputa desencadeada depois que o Japão deteve o capitão de um barco pesqueiro chinês que colidiu no início do mês com um navio de patrulha japonês nas águas próximas às ilhas reivindicadas por ambos.

"Fomos informados que a razão para a detenção de quatro cidadãos japoneses foi a violação da lei chinesa relativa à proteção de instalações militares", disse o porta-voz do ministério, Hidenobu Sobashima.

"Iremos monitorar de perto a evolução (dos fatos). Disseram que eles violaram a lei chinesa e precisamos monitorar de perto qual será a conclusão", acrescentou.

(Reportagem de Linda Sieg)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOCIDADAOSPRESOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.