Quatro mortos e 53 feridos em ataque no nordeste da Índia

Polícia suspeita que atentado possa ter sido perpetrado por guerrilheiros da Frente para a Libertação de Assam

EFE

16 de março de 2008 | 04h43

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 53 ficaram feridas, entre elas quatro policiais, por causa da explosão de uma granada no estado de Assam, no nordeste da Índia, informou neste domingo uma fonte policial. O ataque aconteceu por volta da meia-noite deste sábado em uma esplanada na qual estava sendo realizado um festival cultural nas proximidades do município de Jonai, no norte de Assam, disse a fonte, citada pela agência "PTI". No momento da explosão havia mais de 1.500 pessoas participando das atividades, acrescentou a fonte. Os feridos foram imediatamente levados para o hospital central de Assam para receber cuidados médicos. A Polícia suspeita que o atentado possa ter sido perpetrado por guerrilheiros da Frente para a Libertação de Assam, um dos maiores grupos armados que atuam no nordeste da Índia. Na terça-feira passada uma pessoa morreu e outras cinco sofreram ferimentos na mesma região em outro ataque com bomba supostamente realizado por membros da frente. Tanto Assam como os estados vizinhos têm diferenças étnicas e em alguns casos religiosas com o resto da Índia. Vários grupos armados atuam nestas regiões e têm como objetivo de seu ataques os imigrantes de fala hindi originais de estados do norte pobres como Bihar e Uttar Pradesh.

Tudo o que sabemos sobre:
ÍndiaAssam

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.