Quatro mortos em atentado guerrilheiro na Colômbia

Quatro pessoas morreram e 13 ficaram feridas devido à explosão de uma bomba instalada por guerrilheiros no município de Granada, informou nesta terça-feira a polícia do departamento (estado) de Antioquia. A bomba estava oculta em uma lixeira e explodiu na segunda-feira à noite quando uma patrulha mista da polícia e do Exército passava por uma rua desse município, situado a 210 km a noroeste de Bogotá.Segundo afirmou por telefone o comandante de polícia deAntioquia, coronel Marcos William Duarte, "o atentado foiexecutado por terroristas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc)". Na zona compreendida entre os municípios de Granada, SanLuis, San Carlos e Santa Ana, os militares desenvolvem há meses uma intensa campanha contra as Farc e o Exército de Libertação Nacional (ELN), as duas principais guerilhas do país que têm fortes redutos nas zonas rurais. Na chamada "Operação Marcial", já morreram mais de 90guerrilheiros e outras dezenas desertaram das fileiras rebeldes.Embora a população civil seja a maior vítima dos conflitos, o atentado de ontem à noite aparentemente tinha como alvo os policiais e militares. Uma recompensa de valor equivalente a US$ 3.500 foi oferecida a quem der informações que permitam capturar osautores do atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.