Quatro muçulmanos são acusados de terrorismo na Dinamarca

Advogados dinamarqueses arquivaram nesta quarta-feira, 28, acusações contra quatro homens muçulmanos suspeitos de planejar ataques terroristas na Dinamarca ou em outros paísesOs quatro muçulmanos, que não foram identificados, foram presos no dia 5 de setembro de 2006 em uma incursão da polícia dinamarquesa contra o terrorismo na cidade de Odense Os advogados acusam os suspeitos de comprar equipamentos químicos e laboratoriais para produzir explosivos. Durante a prisão, a polícia encontrou amostras de elementos químicos com os muçulmanosSegundo o advogado dinamarquês Henning Fode, "eles prepararam de uma ou mais bombas para usar em atos de terror".No entanto, Mohamad Al-Khaled Samha, um influente muçulmano, que vive na ilha dinamarquesa Funen, acredita que os detidos são inocentes. "Meu sentimento é que eles serão libertados", disse Samha. "Eles nunca foram terroristas", acrescentou.Os advogados querem que o julgamento seja realizado o quanto antes, mas a Corte ainda não determinou a data.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.