Quatro observadores europeus são libertados na Ucrânia

Kiev - A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) disse neste sábado que rebeldes pró-Russia no leste da Ucrânia libertaram quatro pessoas de um grupo de observadores que eles haviam detido no final de maio. "Podemos confirmar que quatro membros de nosso time foram libertados depois de 32 dias de cativeiro", disse a missão especial de monitoramento da OSCE na Ucrânia em sua página no Facebook.

Agência Estado

28 de junho de 2014 | 15h48

O presidente da Rússia Vladimir Putin pediu publicamente que a milícia pró-Kremlin liberte todos os que foram presos contra vontade nos termos do cessar-fogo temporário acordado com Kiev na última semana. O presidente ucraniano Petro Poroshenko estendeu a trégua até as 19h de segunda-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
UCrâniaviolênciaobservadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.