Quatro oficiais da ONU morrem em acidente no Nepal

Quatro monitores de armas daOrganização das Nações Unidas (ONU) estão entre as pelo menos10 pessoas mortas num acidente de helicóptero ocorrido noNepal, na segunda-feira, disseram autoridades nestaterça-feira. Foram identificados os corpos de quatro oficiais da ONU --de Gâmbia, Indonésia, Coréia do Sul e Suécia -- junto com trêsassessores da ONU no Nepal e uma equipe de três homens,declarou a ONU nesta terça, um dia após o acidente. A equipe, formada por dois russos e um bielo-russo, voavade antigos campos de rebeldes maoístas para Katmandu quando omau tempo derrubou o helicóptero a 65km da capital do Nepal. Uma equipe de resgate levou os corpos de volta a Katmandu. "Queremos que os corpos sejam levados de volta a Katmandupara que possamos entregá-los para suas famílias", disse KieranDwyer, porta-voz da missão das ONU no Nepal. Um fotógrafo da Reuters viu no local do acidente osdestroços queimando aproximadamente 20 horas depois da queda.Uma parte do helicóptero ficou enterrada no chão após oimpacto. A maioria dos corpos estava quase totalmentecarbonizada. "Pensei que fosse um grande terremoto", disse um morador dolocal à Reuters, referindo-se à queda. O Ministério do Interior do Nepal disse que acreditava que12 pessoas haviam morrido, mas, depois das últimasverificações, foram confirmadas 10 mortes. "Duas pessoas que constavam na lista de passageiros nãoentraram no helicóptero", disse Modraj Dotel, porta-voz doMinistério. "Encontramos 10 corpos e eles estão conosco", disseChinuprasad Archaya, oficial de polícia de Bathali, a cidademais próxima ao local da queda. (Reportagem de Gopal Sharma)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.