Carlos Barria/Reuters
Carlos Barria/Reuters

Quatro participantes de convenção republicana são diagnosticados com coronavírus

Evento reuniu políticos e aliados, que evitaram falar sobre pandemia; também houve concentração de público do lado de fora da Casa Branca

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2020 | 16h54

WASHINGTON - Quatro participantes da Convenção Nacional Republicana, realizada no Estado norte-americano da Carolina do Norte nesta semana, foram diagnosticados com o novo coronavírus, disseram autoridades nesta sexta-feira, 28, apesar de os republicanos terem minimizado a crise de saúde enfrentada pelo país ao indicar o presidente Donald Trump como candidato à reeleição.

A convenção do partido, que começou com um dia de eventos em Charlotte, na Carolina do Norte, apesar da pandemia que já matou mais de 180 mil norte-americanos, terminou na quinta-feira depois de quatro dias de discursos de louvor a Trump.

Durante a reunião, os republicanos praticamente evitaram falar da crise, como se ela tivesse se amenizado, preferindo lembrar os eleitores da economia robusta que existia anteriormente.

A conta oficial de Twitter do condado de Mecklenburg, na Carolina do Norte, onde Charlotte se localiza, disse que dois participantes da convenção e dois funcionários de apoio ao evento tiveram exames positivos para covid-19 e todos foram “isolados imediatamente”.

O porta-voz da convenção, Michael Ahrens, confirmou os quatro exames positivos entre os cerca de 1 mil realizados.

“O Comitê Nacional Republicano tinha protocolos de segurança cuidadosos em vigor, entre eles examinar todos os participantes antes de chegarem a Charlotte, e novamente na chegada”, disse Ahrens em um comunicado. 

Na noite de quinta-feira, Trump falou na Casa Branca para uma plateia de mais de 1 mil pessoas sentadas em cadeiras a centímetros de distância, e não havia muitos sinais de uso de máscaras, apesar das recomendações de especialistas de saúde. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.