Quatro pessoas cometem suicídio coletivo no Japão

Dois homens e duas mulheres de média idade foram achados mortos em uma caminhonete com as janelas seladas por fita isolante, no que aparenta ser um suicídio coletivo.Um porta-voz da Polícia explicou que os corpos poderiam ser de pessoas entre 30 e 50 anos, cujas identidades estão sendo averiguadas. Dentro do veículo havia um fogareiro de carvão, que pôde ser a causa da morte por asfixia por monóxido de carbono.A caminhonete estava estacionada em uma estrada montanhosa na cidade de Uji, nas cercanias de Kyoto, quando foi achada por uma família que passava pela região.As reuniões pactuadas pela Internet para cometer suicídios coletivos não são uma prática inusitada no Japão. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o maior índice de suicídios ao ano nos países industrializados acontece no Japão, com 24,1 casos por cada 100.000 habitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.