Quatro pessoas são detidas por terrorismo na Espanha

As autoridades espanholas detiveram no País Vasco, ao norte, quatro membros de grupos independentes ligados ao ETA, um dia depois de a Justiça do país condenar outras 19 pessoas por terrorismo.A prisão de Olatz Carro Boado realizada pela polícia regional vasca, Ertzaintza, se soma às detenções de Amaia Arrieta González, Igor Ortega Susundegi e Iker Frade, que formam parte de um grupo de 23 pessoas condenadas nesta sexta-feira pelo Tribunal Supremo da Espanha.As detenções obedecem as ordens da sentença anunciada pelo Supremo, que considera que estes grupos possuam ligações com o ETA no País Vasco.Antes disso, em 20 de junho de 2006, os grupos eram considerados apenas ilícitos, mas não terroristas pelo Supremo, pois não usavam armas.No entanto, contra esta informação, o Ministério Público sustentou que as atividades deste grupo eram controladas pelo ETA, autores de diversos atos terroristas.Após a decisão na Espanha, o ministro do Interior, Alfredo Pérez, disse que "em questão de pouco tempo" os 23 condenados serão presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.