Quatro soldados canadenses mortos no Afeganistão

O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, confirmou que as forças canadenses "sofreram hoje numerosas baixas". Três soldados canadenses morreram em um ataque de granadas contra um veículo da OTAN na província de Kandahar, ao sul do Afeganistão, nesta quinta-feira, e outro soldado morreu em um ataque similar.O ataque ao tanque da OTAN deixou outros três militares feridos, cujas nacionalidades não foram reveladas. O outro soldados canadense, Christopher Jonathan Reid, morreu horas antes em um ataque similar contra o blindado LAV III que percorria uma estrada a 30 quilômetros ao oeste de Kandahar.Harper reafirmou que o governo manterá a missão militar no Afeganistão, apesar do crescente número de vítimas e a oposição do povo canadense.Cerca de vinte soldados canadenses já morreram no Afeganistão, desde que, em 2002, foi enviado o primeiro contingente militar canadense ao país, que conta agora com cerca de 2.300 soldados canadenses, em sua maioria na província de Kandahar, a antiga base do Talebã e onde nos últimos meses se concentraram os ataques contra forças militares ocidentais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.