Quebra-gelo chinês desprende-se na Antártida

Um quebra-gelo chinês que na semana passada ficou preso durante uma tentativa de resgate de um navio de pesquisas científicas de bandeira russa na Antártida conseguiu romper o gelo e libertar-se nesta terça-feira, informou a mídia chinesa.

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2014 | 12h49

O Xue Long, ou Dragão de Neve, ficou preso no gelo na última sexta-feira, um dia depois de um helicóptero ter resgatado 52 cientistas, jornalistas e turistas a bordo do Akademik Shokalskiy, que ficou cercado de gelo na véspera de Natal. Eles foram transferidos então para um quebra-gelo australiano, que concluiu o resgate.

Hoje, o Xue Long conseguiu desprender-se do gelo com a ajuda de uma manobra que rompeu a crosta de gelo e abriu um canal de água, informou a agência de notícias Xinhua.

O navio russo, cuja tripulação permaneceu a bordo, também está conseguindo desvencilhar-se do gelo, segundo a agência de notícias Itar-Tass. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Antártidanavioquebra-gelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.