Queda de avião mata 45 pessoas no Paquistão

45 pessoas morreram hoje na queda de um avião de passageiros da companhia aérea estatal paquistanesa PIA, pouco após decolar da cidade de Multan (leste do Paquistão).Quatro mortos eram tripulantes e os outros 41 eram passageiros do avião, um "Fokker" da companhia Pakistan International Airlines (PIA) que cobria um trajeto interno de Multan a Lahore (leste do país), com destino a Islamabad.O porta-voz da PIA, Athar Hassan, disse que "todos osocupantes do avião morreram".A rede de televisão privada paquistanesa "GEO TV" também afirmou que não houve sobreviventes após o acidente, que ocorreu por volta das 12h (4h de Brasília).O porta-voz da PIA disse que, três minutos após começar o vôo, um dos motores do "Fokker" começou a pegar fogo e o piloto tentou, semsucesso, fazer um pouso forçado.Segundo a "GEO TV", o piloto da aeronave, em sua última ligação para a torre de controle, disse que um dos motores estava em chamas. A Polícia de Multan isolou a área de Suraj Miani, nos arredores da cidade, onde aconteceu o acidente.A rede de televisão afirmou que o lugar do acidente estava em chamas, e que o avião poderia ter atingido um cabo elétrico na queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.