HENDRA / AFP
HENDRA / AFP

Queda de avião militar em área residencial da Indonésia deixa dezenas de mortos

Número de pode passar de 100, segundo autoridades locais; 12 militares e parente estavam a bordo da aeronave 

O Estado de S. Paulo

30 de junho de 2015 | 07h43

MEDAN - Um avião militar de transporte caiu nesta terça-feira, 30, em uma área residencial da Indonésia apenas dois minutos após a decolagem no norte do país, redirecionando as atenções sobre o péssimo histórico de segurança aérea do país. Autoridades dizem que mais de 100 pessoas podem ter morrido. 

A aeronave, um Hercules C-130 que entrou em operação há mais de 40 anos, caiu sobre casas e um hotel em uma área da cidade de Medan, em Sumatra, matando pessoas a bordo do avião e no solo. O comandante da força aérea Air Marshall Agus Supriatna afirmou que ao menos 49 corpos foram resgatados. 

O avião Hercules estava no trajeto de uma base da Força Aérea em Medan para a ilha remota de Natuna. A mídia local disse que o piloto pediu para retornar devido a problemas técnicos.

O porta-voz militar Fuad Basya disse que 12 militares, incluindo o piloto, estavam a bordo do avião, que, segundo testemunhas, aparentemente explodiu pouco depois de bater no solo. Supriatna disse que antes de chegar a Medan, além da tripulação de 12 pessoas, mais de 100 passageiros estavam a bordo da aeronave. 

O voo saiu de Jakarta e realizou duas paradas até parar em Medan. Muitos passageiros eram parentes de militares.

Uma nuvem de fumaça escura subiu no local do acidente e uma multidão se aglomerou em torno dos escombros, atrapalhando os serviços de emergência que corriam para o local da queda. /AFP, EFE e REUTERS


Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiaavião militarMedan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.