Queda de avião militar mata 24 pessoas na Indonésia

Um avião militar da Indonésia que transportava 24 pessoas caiu em um hangar de um aeroporto em meio a fortes chuvas hoje, matando todas as pessoas a bordo, afirmou um porta-voz da Força Aérea, acrescentando que o avião pegou fogo depois de cair. Caminhões de bombeiro e ambulâncias dirigiram-se rapidamente para o local do acidente, retirando os corpos dos escombros. Funcionários do setor de emergência carregaram partes chamuscadas do avião, que era do modelo Fokker 27 e tinha 32 anos de atividade.

AE-AP, Agencia Estado

06 de abril de 2009 | 14h17

Segundo o porta-voz, Bambang Sulistyo, nenhuma das 24 pessoas a bordo, que retornavam após um exercício de paraquedismo, sobreviveu. Não houve vítimas no solo. Ainda não está claro o que causou a acidente, que ocorreu enquanto o piloto tentava aterrissar durante uma forte tempestade em torno da cidade de Bandung. Testemunhas disseram à agência de notícias Antara que o avião parecia balançar antes de cair. "Houve um som atordoante", disse Budi Wuraskito, diretor de operações do aeroporto. "O avião se despedaçou dentro do hangar, onde havia vários aviões e helicópteros."

Segundo Sulistyo, seis tripulantes, um instrutor e 17 trainees das forças especiais estavam no avião. A Força Aérea da Indonésia há tempos reclama de ter menos fundos do que o necessário e de ser prejudicada por uma proibição às vendas de armas, suspensas apenas recentemente pelos Estados Unidos. A força aérea registrou uma série de acidentes, incluindo a queda de um avião durante uma missão de vigilância aérea no ano passado, que matou 18 pessoas. Quedas de aviões comerciais nos últimos anos causaram a morte de mais de 120 pessoas na Indonésia.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiaaviãoqueda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.