Queda de avião militar mata ao menos 93 na Indonésia

Pelo menos 93 pessoas morreram hoje quando um avião militar que transportava mais de 100 pessoas caiu sobre várias casas e se incendiou, na ilha de Java, na Indonésia. Trata-se do último de uma série de acidentes na força aérea do país. Dezenas de pessoas ficaram feridas e o número de mortos pode aumentar. A emissora local exibiu imagens de chamas ainda atingindo as vítimas e alguns dos resgatados, muitos com queimaduras graves.

AE-AP, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 09h06

O porta-voz militar Sagom Tamboen disse que 109 passageiros, entre militares, familiares e a tripulação, estavam no avião. Havia pelo menos dez crianças a bordo. Outro porta-voz, Bambang Sulistyo, contou que a aeronave estava em uma missão de treinamento de rotina, quando caiu perto de uma base da força aérea na província de Java Oriental. A queda ocorreu sobre quatro casas, em um povoado de Geplak, matando três pessoas que estavam em solo. O avião deslizou até um campo de arroz, onde era possível observar vários destroços.

A causa do acidente não está clara. Várias testemunhas disseram que o avião virou para a direita, quando ainda estava no ar. O acidente ocorreu 520 quilômetros a leste da capital, Jacarta. A força aérea indonésia reclama por não ter fundos suficientes e por ter sido atingida por uma proibição norte-americana de adquirir armas. A força aérea sofreu uma série de acidentes recentemente, entre eles a queda de um Fokker 27, causando a morte de 24 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Indonésiaacidenteavião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.