Queda de avião na Rússia mata 10

Ao menos dez pessoas morreram ontem e quatro ficaram gravemente feridas após uma tentativa de pouso forçado de um avião na Rússia. Estavam na aeronave 12 passageiros e 2 tripulantes. O acidente ocorreu na península russa de Kamtchatka, no extremo leste do país. A aeronave era um Antonov AN-28, fabricado na Ucrânia. Entre as vítimas há uma criança.

MOSCOU, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2012 | 03h08

"Em princípio, ela (a criança) foi resgatada com vida, mas morreu antes de chegar ao hospital. Agora, estamos transferido outras quatro pessoas que se encontram em estado grave", detalhou um porta-voz do Ministério de Emergências, citado pela agência Interfax. "No total, dez corpos foram encontrados no local do acidente.

O voo fazia o trajeto entre Petropavlovsk-Kamchatski, capital da província, e a pequena cidade de Palana. A aeronave pertencia à companhia aérea Petropavlovsk-Kamchatsky Air. Segundo a fonte, os feridos, entre os quais se encontra uma adolescente de 14 anos, têm múltiplas faturas e lesões cerebrais.

De acordo com os dados preliminares, o avião desapareceu dos radares às 4h28 (21h28 de terça-feira, hora de Brasília). Mais tarde, um helicóptero que participava dos trabalhos de resgate encontrou a aeronave em uma área florestal perto do povoado de Palana. Aparentemente, ela se chocou com uma montanha.

Tempo ruim. Funcionários do aeroporto de Palana disseram à Interfax que entre as possíveis causas do acidente estão a má visibilidade em razão do tempo chuvoso e um possível problema no motor. As péssimas condições meteorológicas também prejudicam o trabalho das equipes de resgate. O Antonov AN-28 é um avião comercial bimotor de asa reta e alta, projetado na Ucrânia entre 1975 e 1993. / EFE e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.