Queda de avião na Sibéria deixa mais de 124 mortos

Mais de 124 pessoas morreram na queda do avião Airbus A310, no sábado à noite, segundo informou a agência russa Interfax. A aeronave que transportava cerca de 200 passageiros bateu contra um edifício durante a manobra de aterrissagem no aeroporto da cidade russa de Irkutsk, na Sibéria.O porta-voz do Ministério, Serguei Beltsov, aumentou para 55 o número de pessoas hospitalizadas, várias gravemente, informou a agência Interfax. As equipes de resgate recuperaram os corpos de 102 ocupantes da aeronave.O número de mortos pode aumentar nas próximas horas, já que nove dos ocupantes foram internados em estado grave na unidade de queimados de um hospital local.O Airbus tinha muitas crianças, que descansariam no lago Baical, um dos destinos turísticos mais importantes da Rússia.O veículo da companhia "Sibir", que fazia a rota entre Moscou e Irkutsk, saiu da pista de aterrissagem logo após tocar o solo às 20h50 de Brasília deste sábado, bateu contra um edifício e pegou fogo.Os feridos tiveram que ser retirados pela parte traseira do aparelho, porque a frente do avião ficou destruída.Investigação A caixa-preta do avião foi encontrada entre os destroços e será levada a Moscou para ser avaliada por especialistas, informou o Ministério dos Transportes russo à agência Interfax.As autoridades locais criaram um gabinete de crise para investigar a catástrofe, e disponibilizaram uma linha telefônica para atender os parentes das vítimas.A Promotoria local começou um expediente penal segundo o artigo 263 do Código Penal russo sobre "violação das regras de exploração do espaço aéreo".O aeroporto de Irkutsk funciona normalmente e não há atrasos nos vôos, disseram fontes do aeroporto à agência Interfax. Este texto foi atualizado às 9h02

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.