Queda de avião no Japão mata quatro tripulantes

Baixa visibilidade e condições meteorológicas ruins teriam causado a queda

O Estado de S.Paulo

16 Maio 2017 | 04h40

TÓQUIO - Um avião de reconhecimento e de apoio médico do Exército Japonês que desapareceu na segunda foi encontrado na terça-feira, 16, caído na região montanhosa de Hokkaido, no norte do país. Os quatro tripulantes morreram. 

A aeronave, modelo LR-2 norte-americana, havia decolado ao meio dia da segunda do aeroporto de Okadama, região de Sapporo, para buscar um paciente e uma equipe de médicos, mas os controladores aéreos perderam o sinal do radar minutos depois de levantar voo. 

O avião, um modelo turbopropulsor de dois motores, teria sido afetado por fortes ventos, neblina e baixa visibilidade, segundo informou um porta-voz do Exército Japonês. A aeronave havia passado por todas as reviões técnicas e não tinha nenhum problema, segundo o exército.

Autoridades nipônicas demoraram mais de 24 horas para encontrar a fuselagem e os restos mortais dos tripulantes. A região tem muitas montanhas, densa vegetação e está 30 quilômetros a oeste de onde o avião teria partido. / EFE

Mais conteúdo sobre:
TÓQUIOJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.