Khaled Desouki/AFP
Khaled Desouki/AFP

Brasileiro fica ferido em queda de balão que deixou um morto no Egito

No total, 15 pessoas de seis nacionalidades ficaram feridas no acidente, que ocorreu na cidade turística de Luxor, no sul do país

O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2018 | 07h19
Atualizado 05 Janeiro 2018 | 17h07

CAIRO - Uma turista sul-africana morreu nesta sexta-feira e outras 15 pessoas de diferentes nacionalidades ficaram feridas, entre elas um brasileiro, após a queda do balão aeroestático no qual viajavam em Luxor, cidade no sul do Egito.  A turista que morreu tinha 36 anos e era sul-africana, informou o Ministério de Saúde do Egito, que não deu mais detalhes sobre sua identidade.

Os feridos são dois argentinos, um brasileiro, cinco australianos, quatro franceses, dois sul-africanos e um egípcio, segundo uma fonte do Hospital Internacional de Luxor, para onde as vítimas foram levadas, citada pela agência Mena. O balão levava 20 turistas e o piloto. Aparentemente, o acidente ocorreu devido a uma forte sequência de ventos repentina, no momento em que estava realizando uma manobra de descenso.

+ Ao menos 54 policiais são mortos durante tiroteio em Cairo, no Egito

Todos foram atendidos no Hospital Internacional de Luxor e dez tiveram alta. Outros dois foram internados e submetidos a cirurgias. O balão contava com os 13 turistas e o condutor quando caiu perto de uma estrada em uma região desértica a oeste do Rio Nilo, nas proximidades de Luxor. 

+ Ataque de militantes islâmicos em mesquita do Egito deixa 305 mortos

O local é uma importante rota turística da qual se podem ver os monumentos faraônicos da parte ocidental do Nilo. Segundo autoridades locais, a queda deve-se à uma espiral de vento. Em Luxor se encontrava a cidade de Tebas, a capital dos faraós, onde há vários dos mais importantes templos e monumentos do Antigo Egito. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.