Queda de edifício em Mumbai deixa 26 mortos e 15 feridos

Obras no térreo teriam afetado estrutura do prédio, de seis andares; pode haver sobreviventes, diz polícia

Efe,

19 Julho 2007 | 07h51

A queda de um edifício de seis andares deixou um saldo de 26 mortos e 15 feridos num subúrbio de Mumbai, no oeste da Índia, segundo a Polícia, que teme que muitas pessoas ainda estejam presas entre os escombros, informou nesta quinta-feira, 19, a agência indiana PTI.   Entre os mortos havia sete homens, 11 mulheres e três crianças. Calcula-se que cerca de 60 pessoas ainda estejam entre os restos do edifício.   As autoridades municipais acreditam que o acidente aconteceu devido às obras realizadas pelo dono de uma joalheria, localizada no térreo, que afetaram a estrutura do prédio.   Além disso, equipes já retiraram 40% dos escombros do Laxmi Chhaya, um edifício construído há 20 anos, que desabou na quarta. Segundo os oficiais da brigada de incêndios, os trabalhos de resgate vão durar mais dois dias.   "Nosso pessoal continuará trabalhando até que a última pessoa desaparecida seja resgatada dos escombros", declarou um oficial citado pela PTI.   O governador do estado de Maharashtra, Vilasrao Deshmukh, visitou o local do acidente e anunciou uma investigação. Um membro de sua equipe disse que haverá indenizações para os feridos e para os parentes próximos dos mortos.

Mais conteúdo sobre:
Mumbai desabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.