Queda de helicóptero mata quatro membros da Otan no Afeganistão

Aeronave participava do resgate a policiais feridos em um ataque suicida contra uma delegacia

EFE,

20 de abril de 2012 | 05h33

Cabul, 20 - Pelo menos quatro membros da missão da Otan no Afeganistão (Isaf) morreram na noite desta quinta-feira, 19, após helicóptero onde eles estavam cair no sul do país. A informação foi divulgada nesta sexta-feira uma fonte oficial afegã citada pela agência de notícias 'AIP'.

O acidente aconteceu no distrito de Garmser, província de Helmand, quando a aeronave participava do resgate de vários policiais feridos em um ataque suicida contra uma delegacia, segundo Mohammed Gurbati, funcionário local.

De acordo com Gurbati, o helicóptero caiu por causa do mau tempo. Um representante do grupo terrorista Taleban - como é habitual nesses casos - afirmou que a aeronave foi derrubada por seus milicianos.

Um porta-voz da Isaf confirmou à Agência Efe o acidente, mas assegurou que a organização ainda está investigando o caso e não pode confirmar o número total de mortos.

O ataque suicida contra a delegacia - também reivindicado pelos Talebans - matou quatro policiais e deixou sete agentes feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão, Otan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.