Queda de helicóptero militar venezuelano deixa 7 mortos

Sete dos oito ocupantes de um helicóptero do exército da Venezuela morreram quando a aeronave caiu ao cumprir uma rota próxima à fronteira com a Colômbia, informou nesta quinta-feira o Instituto Nacional de Aeronáutica Civil (Inac) do país. O aparelho, que ia de Puerto Páez para Puerto Ayacucho, ambos no sudoeste venezuelano, "foi encontrado acidentado" por volta das 7h30 (8h30 em Brasília), após ter sido declarado desaparecido no entardecer da quarta-feira, afirmou o Inac. A médica cirurgiã Isvelis Villegas, de 23 anos, foi a única sobrevivente e só apresenta "ferimentos leves", explicou o comunicado do órgão. A nota contou que, no helicóptero do tipo Sikorsky, acidentado por causas ainda desconhecidas, viajavam três civis e cinco militares do exército. No acidente morreram os capitães Johan Flores e Willy Salvatierra, os sargentos Raúl Bárraez e Ericsson Marin, da tripulação. Entre os passageiros, morreram o tenente-coronel Jesús Rodríguez, o indígena da etnia Pumé, Germán García e a doutora Mileidys Campos.

Agencia Estado,

02 Março 2006 | 16h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.