Queda de MH17 deve ser investigada internacionalmente

Uma organização global de segurança aérea informou que uma coalizão internacional de países deve conduzir a investigação da queda do avião da Malaysia Airlines na Ucrânia.

AE, Agência Estado

17 de julho de 2014 | 21h29

Normalmente, o país em que ocorre o acidente assume a liderança da investigação. Especialistas em segurança dizem que estão preocupados que, pelo fato de o avião ter caído em uma área em disputa entre Kiev e os separatistas pró-Rússia, as considerações políticas podem afetar o inquérito.

O analista da Flight Safety Foundation Kenneth Quinn disse que apenas "uma organização independente pode chegar ao fundo da questão sem interferência política". Ele disse que está preocupado com a deterioração "do local do acidente e do acesso dos investigadores a evidências críticas, como dados do voo e gravações do cockpit". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaAviãoQuedaInvestigação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.