Queda de ponte na China mata 44 e 22 estão desaparecidos

Equipes de resgate seguem trabalhando para encontrar sobreviventes na província de Henan

Efe,

29 de julho de 2010 | 01h54

PEQUIM - Pelo menos 44 pessoas morreram após a queda de uma ponte sobre um rio na provícia central de Henan e outras 22 estão desaparecidas, informa a agência oficial de notícias Xinhua.

As equipes de resgate trabalham no acidente desde o último sábado, até agora foram encontrados 44 corpos e calculam que há 22 desaparecidos, apesar de que testemunhas do desastre asseguram que umas 100 pessoas estavam na ponte vendo a força da correnteza, provocados pelas inundações que a região sofre, quando a mesma foi abaixo.

As equipes de trabalho contnua com as operações de resgate para encontrar os 22 desaparecidos.

No ano, houve a multiplicação dos acidentes relacionados com as inundações, que já tiraram a vida de 823 pessoas e provocou o desaparecimento de 437, segundo os últimos dados oficiais fornecidos pela Oficina Estatal de Controle de Inundações e Secas.

China enfrenta a cada ano, entre junho e setembro, um período de inundações que atinge todo o centro e o sul do país. Neste ano, são as piores chuvas desde 1998, quando morreram 4.150 pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.