Queda de ponte no Vietnã mata 52 e deixa 97 feridos

No momento, cerca de 250 pessoas trabalhavam no trecho que desabou; causa do acidente é desconhecida

Associated Press e Reuters,

26 de setembro de 2007 | 06h31

Uma ponte em construção no sul do Vietnã caiu por volta de 8 horas (horário local) nesta quarta-feira, 26, matando pelo menos 52 trabalhadores, deixando 97 feridos e dezenas de desaparecidos.   As equipes de resgate usam guindastes e outros equipamentos para procurar por sobreviventes. A parte que ruiu tinha altura de 30 metros e cerca de 100 metros de comprimento e estava localizada sobre a parte terrestre da margem do rio. Os trabalhadores haviam despejado concreto no local na terça-feira, informou Vo Thanh Tong, presidente do comitê popular de Can Tho.   A ponte estava sendo construída sobre o rio Hau, um afluente do rio Mekong, na cidade de Can Tho, uma movimentada rota que liga o delta do Mekong à capital, Ho Chi Minh. A Agência de Notícias do oficial do Vietnã informou que cerca de 250 pessoas trabalhavam na parte da ponte que ruiu.   "Eles ainda estão retirando corpos dos destroços. Dava para ouvir os gritos", afirmou ele em Can Tho, a 170 km sudoeste de Ho Chi Minh City (anteriormente conhecida como Saigon).   A causa do rompimento em parte da ponte de 2,75 km ainda é desconhecida, mas a TV vietnamita relatou que chuvas podem ter enfraquecido as fundações.   A construção da via, prevista para ser a maior ponte estaiada (feita com estais - cabos de aço que ligam os pilares superiores à base) do sudeste asiático, teve início em 2004 e a previsão era que ficasse pronta no ano que vem. O projeto previa uma extensão de 2,75 quilômetros e quatro pistas.  

Tudo o que sabemos sobre:
Vietnãqueda de ponte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.