Quênia admite que ameaça terrorista permanece

O Quênia admitiu, neste sábado, que a ameaça de rebeldes Shebab, ligados à rede Al-Qaeda na Somália, não foi "totalmente neutralizada", em meio ao alerta do Reino Unido sobre o risco elevado de ataque.

NALU FERNANDES, Agência Estado

07 de janeiro de 2012 | 13h06

O porta-voz da polícia queniana, Eric Kiraithe, reconheceu que a ameaça permanece. Ele recomenda que shopping centers permaneçam vigilantes e que "façam mais" para evitar ataques.

"Não acreditamos que as atividades da Al-Shebab estejam totalmente neutralizadas", Kiraithe disse à repórteres, neste sábado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
QuêniaAl-Qaedaterrorista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.